O que a gestante não pode comer de jeito nenhum

O que a gestante não pode comer de jeito nenhum

Quando o resultado do exame de gravidez mostra que uma nova vida está a caminho, existem alimentos que a gestante não pode comer. Todos sabemos da importância da nutrição infantil que inicia logo na gestação.

Mas, quais os alimentos mais perigosos nessa fase? É o assunto que vamos conversar hoje. Continue até o final do artigo para saber o que a gestante não pode comer enquanto gera o seu bem mais precioso.

Leia também: A gestante precisa comer por dois?

Bebidas alcoólicas

Item número um dessa lista. Há quem diga que uma taça de vinho por semana não faz mal. Outros, que um drinque de vez em quando não tem impacto algum. Pois eu digo que não faz nada bem para a criança.

A arquitetura cerebral do feto ainda é imatura e está em construção. É ali que o álcool age diretamente. Além disso, prejudica a formação do pequeno fígado.

O consumo de álcool também impacta no funcionamento da glândula tireóide da mãe, a qual regula todo o desenvolvimento do bebê. Por isso, evite o álcool na gestação.

Alimentos processados e embutidos

Ricos em sódio, aditivos químicos e açúcares, esses alimentos em nada contribuem para a boa formação do feto. Ainda que não sejam recomendáveis para ninguém, em nenhuma fase da vida, são especialmente contra-indicados durante a gravidez.

Aqui, eu destaco o refrigerante, que costuma passar por inofensivo mas é um grande vilão da sua saúde.

O molho shoyu é outro item repleto de sódio e corante do qual recomendo distância especialmente durante a gestação.

Cafeína

O consumo de café deve ser evitado ao máximo, bem como o chá-mate e outras bebidas à base de cafeína. Se você não consegue ficar sem café, reduza o consumo e faça o mais ralo possível.

Os cafés expressos do tipo cápsula, embora famosos pelo sabor e praticidade, trazem grande risco de contaminação por bisfenol-A e alumínio. Por isso, não recomendo.

Carnes cruas e mal passadas

Por questão de segurança alimentar, dê preferência às carnes mais passadas durante o período gestacional. O principal motivo é o risco de contaminação, afinal, é difícil conhecer com muita certeza a procedência das carnes.

Deixo o alerta especial para o consumo de sushi que, embora não transmita toxoplasmose, pode transmitir difilobotríase – conhecida como a “tênia dos peixes” – se não for de boa qualidade.

Além das carnes, também não indico o consumo do queijo cru, feito a partir do leite que não é pasteurizado.

Estes são os principais itens do que considero uma lista básica sobre o que a gestante não pode comer de jeito nenhum. Para sanar suas dúvidas, recomendo consultar um nutricionista materno-infantil de sua confiança.

Este é o profissional que pode prescrever uma dieta absolutamente segura e saudável para você e seu bebê.

Com amor.

Andreia Friques.

Fechar Menu