Introdução alimentar do bebê na creche: como fazer?

A introdução alimentar do bebê na creche pode ser um desafio ainda maior para as famílias.

Além de toda a preocupação de inserir os primeiros alimentos em casa, o bebê também vai ser apresentado aos alimentos enquanto está na creche.

É por isso que essa etapa precisa do dobro de atenção por parte dos pais que precisam enviar os seus filhos à creche. No artigo de hoje, vou passar algumas recomendações gerais que sempre oriento em meu consultório para esse caso.

Continue até o final para saber como fazer a introdução alimentar do bebê na creche.

A escolha da creche

Em qualquer fase da vida do seu filho, escolher a escola é uma missão muito importante para papais e mamães.

Observar se a instituição escolhida prioriza a alimentação saudável é tão importante quanto analisar os espaços, os professores, a grade curricular e as atividades extras.

Ficar atento se a creche prioriza essa alimentação é ainda mais importante. Felizmente, encontramos escolas cada vez mais preparadas em relação à alimentação.

Você precisa sentir segurança e conforto sobre esse tema na escola. 

Converse com os profissionais envolvidos

Após escolher a creche, é preciso informar os profissionais responsáveis por alimentar o bebê como a introdução dos alimentos é realizada em casa. Com base naquilo que os pais já fazem em casa é que os profissionais devem seguir.

Embora a introdução alimentar não seja uma fase rígida e cheia de regras, é interessante para o bebê manter uma constância e uma rotina de alimentação.

A família também precisa deixar claro a maneira como quer essa introdução e aspectos que não concorda. Por exemplo, eu não recomendo liquidificar ou peneirar a comida. O uso de sal nos alimentos da introdução alimentar é igualmente contra-indicado.

Quando em casa e na creche a introdução alimentar é realizada de forma parecida, o processo fica muito mais tranquilo.

Leia também: A partir de que idade a criança pode comer açúcar?

E a amamentação?

Estocar o leite materno pode ser uma opção segura para as mamães que seguem com a amamentação. Basta retirar na hora da amamentação e manter congelado no freezer nos casos em que a mãe não produz tanto leite. Congelado, dura até 15 dias.

Para as mulheres que contam com boa produção de leite, pode retirar no dia a dia e conservar gelado. Na creche, os profissionais vão administrar o leite materno e os alimentos conforme combinado.

Se você tiver dúvidas sobre como estocar leite materno, entre em contato com um banco de leite e peça orientação.

Mas, por onde começar a introdução alimentar complementar?

As dificuldades em inserir os primeiros alimentos na rotina alimentar do bebê são muito comuns entre as famílias. Foi por isso que criei o Curso Bebê Vitaminado. Um treinamento 100% on-line para orientar papais e mamães nessa transição.

Assim como o bebê aprende a engatinhar, reconhecer as pessoas da família e a brincar, ele também aprende a comer. Descubra como ensinar.

Conheça agora: Curso Bebê Vitaminado.

Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para fazer sua inscrição em meu canal do YouTube.

Até a próxima!