Qual é a importância da vitamina D para a imunidade da criança?

A vitamina D para a imunidade da criança tem uma grande importância.

Atualmente, a exposição ao sol é cada vez menos frequente na vida de todos, o que impacta as crianças em seu desenvolvimento. A vida em apartamentos, o uso excessivo de protetor solar e a orientação para evitar a exposição ao sol em horários de maior risco fazem que crianças tenham cada vez menos a produção natural de vitamina D.

Por isso, a suplementação de vitamina D para crianças é cada vez mais discutida entre profissionais da saúde. Essa vitamina, que na verdade é um hormônio, é cada vez mais prescrita com objetivos de garantir o bom desenvolvimento e a imunidade infantil.

Continue até o final para entender o papel da vitamina D para a imunidade da criança.

Como a vitamina D tem impacto na imunidade?

Os linfócitos, que são os glóbulos brancos presentes no sangue e tem a função imunológica do organismo, contam com os seus próprios receptores da vitamina D. Isso significa que, caso os níveis estejam baixos, a imunidade fica prejudicada.

O próprio Ministério da Saúde recomenda que 80% da vitamina D para as crianças venha da exposição solar, enquanto os outros 20% venha da alimentação. Quando passamos mais tempo dentro de casa, a suplementação pode ser a solução.

Ao enfraquecer o sistema imunológico, deixando de nutrir as células protetoras do organismo, a deficiência de vitamina D aumenta os riscos de infecções, aumenta o risco de diabetes e de doenças metabólicas, além de prejudicar o desenvolvimento dos ossos. Tudo isso favorece que a criança fique doente com uma frequência maior.

É por isso que, quando a criança que vive doente precisa ter as suas taxas de vitamina D investigadas.

Leia também: Como melhorar a imunidade da criança pela alimentação?

Como manter os bons níveis de vitamina D?

Há alguns anos, a Sociedade Brasileira de Pediatria preconiza a suplementação de vitamina D para bebês. Em minha prática clínica e pelos estudos que acompanho, tenho observado que os níveis ótimos de vitamina D em crianças estão em, no mínimo, 40ng/ml.

Antes de decidir pela suplementação e pela dose, todo o contexto deve ser observado. Se essa criança foi suplementada enquanto era um bebê, se a mãe suplementou a vitamina quando estava gestante, além de colher exames laboratoriais.

O nutricionista materno-infantil deve orientar uma alimentação que favoreça a formação da vitamina D e hábitos de vida saudáveis, bem como pegar sol sempre que possível.

Tudo isso vai ajudar a fortalecer a imunidade da criança, sua saúde e seu bom desenvolvimento.

Eu espero que este artigo ajude você a entender a importância da vitamina D para a imunidade da criança.

Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.