Alimentação e aprendizado: a importância de seguir uma rotina nos estudos em casa

Aprendizado e alimentação estão intimamente relacionados. Em um período onde a maior parte das crianças não está frequentando a escola devido ao período de pandemia, essa importante questão precisa continuar em evidência.

As medidas de prevenção ao coronavírus não diminuem a relevância da alimentação saudável na vida das crianças, inclusive em relação ao aprendizado.

A rotina ficou diferente e, agora, muitos papais e mamães precisam administrar não apenas os seus trabalhos no home office, mas também as aulas remotas dos filhos.

Em meio a isso tudo, os lanches que eram enviados às aulas, agora, são feitos em casa. No artigo de hoje, quero trazer esse assunto que considero tão importante mesmo em tempos de pandemia.

O ensino em casa

Os tempos de pandemia são sentidos de formas diferentes, afinal, é claro que cada família tem a sua realidade.

Esse cenário exigiu uma adaptação rápida às famílias, inclusive, das próprias crianças. Ao deixarem de ir à escola, perderam o convívio com seus colegas e professores, o que causa impactos no dia a dia de estudos.

Aqui, a alimentação saudável torna-se ainda mais importante para que mantenha a concentração em sua rotina de aprendizado. Não apenas para absorver os conteúdos da aula, como também para o seu pleno desenvolvimento.

Ao longo da infância, a cascata hormonal tem enorme influência para o desenvolvimento de toda a vida. Um exemplo é o hormônio GH, responsável pelo pleno desenvolvimento físico e mental.

É muito importante que a rotina das crianças seja seguida assim como quando ocorre a rotina escolar. Horários definidos para estudar, brincar, dormir e se alimentar ajudam até mesmo na dinâmica da família durante esse período excepcional.

Caso contrário, o desenvolvimento pode ser muito prejudicado e todos continuam sofrendo ainda mais com a sensação de desequilíbrio traz.

Como manter o equilíbrio?

Os pais devem conversar com seus filhos durante essa fase, em especial, com aqueles que já estão mais crescidos e frequentam o ensino fundamental.

Explicar sobre o quão valioso é estar vivo, em casa e protegido. Assim como os estudos, a alimentação continua essencial para o seu crescimento enquanto pessoa e por isso merece toda a atenção.

Se, por um lado, em casa fica mais fácil ter a certeza que a criança está se alimentando bem, por outro, perde-se a alegria de comer entre amigos.

É muito comum receber em meu consultório crianças que contam com alimentação saudável no ambiente escolar, porém, que não tem o mesmo hábito em casa. Isso porque, quando a escola incentiva a alimentação saudável e até proíbe os industrializados, a tendência é que os colegas sejam influenciados uns pelos outros a comer a comida de verdade.

Se não é a sua realidade, aproveite para conversar com o seu filho sobre a alimentação na pós-pandemia, quando as escolas voltarem a funcionar. Mostrar o quanto é importante comer a comida de verdade no lanche e, assim, o seu filho influenciar outras crianças sobre o quão gostoso é comer saudável.

Quando estamos conscientes e nossos filhos também, fica mais fácil cobrar que a escola tenha um maior controle sobre a alimentação dos seus alunos.

Seja com programas de conscientização, proibindo industrializados no intervalo e na cantina, ou até criando uma horta que os próprios alunos auxiliam em sua manutenção.

Espero ter esclarecido sobre a relação entre alimentação e aprendizado mesmo durante a quarentena.

Para saber mais sobre o assunto, te convido a assistir ao vídeo abaixo e se inscrever em meu canal do YouTube.