Deseja um futuro brilhante para seu filho? Comece bem…

Ao longo da minha vida profissional tenho acompanhado inúmeras famílias que acabaram de ganhar um bebê e encontram-se na fase da amamentação.

Minha percepção é que algo que deveria ser “natural” às vezes transforma-se em um desafio grande demais.

Talvez pelo estilo de vida moderno, a necessidade frenética da participação da mulher no mercado de trabalho, as características e interferências familiares, a preocupação exacerbada com a estética, cobranças, enfim, uma série de fatores que trabalham “contra” e sem querer privam mãe e filho desse período de ganhos insubstituíveis.

Na teoria amamentar é algo, eu diria romântico, o que acaba frustrando muitas mães quando a “vida real” chega e o dia a dia com o bebê começa.

Algumas até “tiram de letra”, mas muitas precisam de um apoio maior para chegarem aos 6 meses de aleitamento exclusivo recomendado pelo Ministério da Saúde.

Claro que os benefícios para a mãe e bebê são inúmeros, bem maiores e profundos que minha capacidade de transformá-los em palavras. Mas, para começarmos essa conversa, compartilho um pouco do “tudo de bom” que damos a nossos filhos quando amamentamos. Algumas vantagens que só o aleitamento materno pode oferecerà criança:

💜Promoção do vínculo afetivo com a mãe.

💜Melhor desenvolvimento cognitivo, psicomotor, intelectual e social.

💜Proteção imunológica.

💜Resistência para alergias, especialmente em famílias com maior risco.

💜Menor probabilidade de infecções respiratórias como pneumonias e bronquiolites.

💜Maior resistência a diarreias, otites, infecções urinárias.

💜Melhor desenvolvimento da visão.

💜Redução da cárie dentária, melhor desenvolvimento mandibular, dentário e da fala.

💜Maior proteção para doenças crônicas, como diabetes mellitus, doença de Crohn, colite ulcerosa e doença celíaca.

💜Menor probabilidade de eczemas e asma.

💜Melhor resposta às vacinas.

💜Quando doente, dá conforto, ajuda a hidratar e a recuperar mais depressa.

Vantagens nutricionais:

💛O leite materno possui TODOS os nutrientes que a criança precisa nos primeiros seis meses de vida. Também garante a quantidade de água necessária nesse período.

💛Contém endorfina, neurotransmissor que ajuda a suprimir a dor.

💛Menor incidência de obesidade, hipertensão arterial e colesterol alto em crianças amamentadas até os seis meses.

💛Desenvolvimento da flora intestinal adequada.

💛Está adaptado à imaturidade renal do bebê.

💛Está adaptado à imaturidade digestiva do recém-nascido, sendo de fácil digestão e absorção o que permite um correto aproveitamento de todos os nutrientes e ainda uma menor incidência de cólicas, vômitos e intolerâncias alimentares.

💛Se a mãe tiver um correto aporte de ácidos graxos essenciais (por exemplo,ômega 3), o seu leite vai contribuir ainda mais para o desenvolvimento mental do bebê.

💛Possui uma quantidade de ômega 3 e ômega 6 ideal.

💛O leite materno apresenta uma composição variável ao longo do dia e adaptada ao bebê. Trata-se da verdadeira alimentação personalizada, não só quanto à composição nutricional, mas também quanto à informação imunitária.

Deseja um futuro brilhante para seu filho? Comece com o pé direito, AMAMENTE-O! Um grande abraço!

Quero te mostrar um método muito rápido, fácil e prático de montar lanches saborosos e nutritivos,conheça mais sobre o meu curso online LANCHEIRA SAUDÁVEL.