Qual a importância da higiene do sono?

Todos precisamos ter uma boa noite de sono. E nas crianças, isso tem um papel ainda mais essencial, já que está ligado ao seu desenvolvimento. Por isso, praticar a chamada higiene do sono é uma forma de garantir uma noite tranquila e reparadora.

Hoje em dia, com a vida  muito agitada e corrida, não estamos dando a importância devida ao sono. Inúmeras vezes, pensamos na possibilidade de compensá-lo no final de semana. E quando se trata de nossos filhos, não tem sido diferente, fazemos inúmeras promessas, dizendo  que nos esforçaremos mais no outro dia para garantir que eles irão para a cama na hora certa. 

Ou que vamos entrar na rotina quando encerrar as aulas ou quando começarem às férias… A lista de desculpas pode ser interminável. O fato é que praticar a higiene do sono é mais fácil do que se imagina, e trará grandes benefícios não só para crianças, mas também para toda a família.

E é sobre esse tema que abordo no artigo abaixo. Vamos lá?

Os benefícios do sono

O seu filho precisa dormir para restaurar a energia  que foram usadas  ​​durante o dia. Um cérebro descansado é capaz de resolver problemas, aprender novas informações e aproveitar o dia muito mais do que um cérebro cansado. 

Algumas áreas do cérebro do seu filho são ainda mais ativas enquanto dormem. Em geral, crianças que sempre têm uma boa noite de sono:

  • São mais criativas
  • Podem se concentrar nas tarefas por mais tempo
  • Têm melhores habilidades de resolução de problemas
  • São mais capazes de tomar decisões positivas
  • São mais capazes de aprender e lembrar de coisas novas
  • Tem mais energia durante o dia
  • Podem criar e manter boas relações com outras pessoas

Não dormir o suficiente todas as noites podem ter consequências negativas para seus filhos. Com o tempo, não dormir com qualidade suficiente todas as noites pode produzir uma série de problemas comportamentais, cognitivos e emocionais.

 O déficit de sono pode fazer com que seu filho se sinta mentalmente exausto. Também pode haver  piora de sintomas comportamentais existentes, como por exemplo, ansiedade,  mudança de humor e pode até mesmo desenvolver quadros de depressão. 

Quantas horas meu filho precisa dormir?

O ritmo circadiano do seu filho (também chamado de “relógio biológico”) é um ciclo de 24 horas que sinaliza ao corpo quando deve dormir. O relógio biológico é influenciado pela idade da criança. As crianças costumam precisar de menos sono à medida que envelhecem.

De acordo com um estudo da Academia Americana de Medicina do Sono, os recém-nascidos precisam de 16 a 18 horas de sono por dia. Já entre os 2 e 6 meses, já cai para 14 a 16 horas por dia. Com um ano, a criança precisa dormir entre 10 e 13 horas por dia.

Na fase pré-escolar, entre os 3 e 5 anos, ela deve dormir em média 10 horas por dia. E ao chegar à adolescência, entre os 14 e 18 anos, deverá dormir entre 8 e 10 horas.

O que é a higiene do sono?

O sono é essencial, no entanto, muitas crianças e adultos, não conseguem atingir a quantidade de horas necessárias. Uma das melhores maneiras de voltar aos trilhos, é realizar a higiene do sono. Isso significa estabelecer hábitos que promovam uma boa noite de sono, fazendo disso uma rotina.

As rotinas serão diferentes de acordo com a idade. Por exemplo, bebês não nascem com o mesmo relógio biológico que nos mantém dormindo à noite e acordados durante o dia. Em vez disso, os bebês dormem por algumas horas e depois ficam acordados por algumas horas, independentemente da hora do dia. 

Este é um comportamento perfeitamente normal para um recém-nascido, então os pais devem deixá-los manter seus padrões naturais de sonolência. 

Para evitar ter um bebê muito cansado, os pais devem reforçar a programação natural do sono, iniciando uma atividade relaxante após cerca de uma hora após o bebê estar acordado. 

Crie uma rotina

Ter uma rotina antes de dormir, como definir o horário para ir para a cama, é o primeiro passo. 

Uma rotina pode começar de 30 minutos a duas horas antes da hora de dormir, e pode incluir atividades para ajudar a relaxar, como um banho quente ou a leitura de uma história.

Seguir um padrão definido todas as noites ajudará seu filho a ficar mais calmo antes de dormir. 

Além disso, o uso de dispositivos eletrônicos (como televisores, telefones celulares e tablets) próximo à hora de dormir pode impedir que seu filho adormeça. 

Isso ocorre porque eles emitem luz, o que suprime a ação da da melatonina que causa a sonolência.

É importante também que a família contribua para esse momento. Evitar uma agitação muito grande com a criança próximo ao horário de dormir também é essencial. Ela precisa de calma e tranquilidade, para que o sono venha de forma natural e tranquila.

Tenha uma noite tranquila

Os bebês precisam dormir para crescer e se desenvolver. Mas no início os bebês podem acordar com mais frequência para serem amamentados.

Porém, a partir do sexto mês é comum que o bebê tenha uma boa noite de sono. Porém, se você está preocupado que seu bebê não esteja dormindo o suficiente ou que outro problema possa estar acontecendo, verifique com seu pediatra. 

O médico pode descobrir as causas, aconselhar sobre os hábitos de sono e garantir que seu bebê não tenha nenhum problema de saúde.

Espero que tenha gostado do artigo sobre higiene do sono, e como ela pode ser benéfica para seus filhos e também para sua família. E para mais informações e dicas, siga meu canal no Youtube!