Qual é a quantidade de comida que o bebê deve comer por dia?
  • Post author:
  • Post category:Bebês
  • Post last modified:26 de abril de 2021

Quando iniciamos a introdução alimentar, é comum às mamães terem dúvidas sobre quanto o bebê deve comer por dia. Algumas acham que pode ser uma quantidade muito pequena, e seu bebê sentir fome.

O que é importante ficar claro é que o início da introdução alimentar é, inicialmente, complementar. Ou seja, após os seis meses ele deve seguir sendo amamentado,  com o alimento complementando e já preparando seu organismo para outros alimentos.

Sei que existem várias formas de se fazer isso. E que também muitas mamães sentem-se inseguras quando ouvem falar que deve ser feito “assim ou assado”. 

Para tirar essas dúvidas, compartilho abaixo algumas orientações que oriento durante consultas para as famílias que também ficam em dúvida sobre quanto o bebê deve comer por dia.

Quando iniciar a introdução alimentar

É indicado que a introdução alimentar aconteça aos seis meses de idade, pois nessa fase, a maioria das crianças estão apresentando os sinais cruciais para a ingestão de alimentos. Aliás, até essa fase de vida do bebê, é muito importante  que ele seja alimentado exclusivamente com leite materno.

Mas, quando chega essa fase, é difícil determinar quanto um bebê come quando você está amamentando. Ou seja, ele pode querer mais alimento, ou preferir ser mais amamentado.

Dessa forma, é importante sempre deixar claro que não há uma regra pronta, determinando exatamente quanto um bebê deve comer. Por isso, é de fundamental importância que essa introdução alimentar seja feita em conjunto entre pais e um nutricionista materno-infantil.

Isso garantirá que o bebê tenha sempre a máxima nutrição e que sejam obedecidas suas necessidades diárias para o seu pleno desenvolvimento.

Leia também::: Qual é a relação entre alimentação e crescimento da criança?

Quanto o bebê deve comer por dia?

A introdução alimentar, é um processo. E como tal, deve ser feito aos poucos, devagar, e respeitando sempre as particularidades de cada bebê.

Porém, de forma geral é possível seguir as seguintes orientações:

6 meses completos

Escolha um horário da manhã e comece a oferecer uma fruta amassadinha por dia (1 pêra pequena, 1 maçã pequena, 1 kiwi médio, 2 unidades de banana prata, 4 colheres de sopa de abacate são algumas sugestões). 

6 meses e uma semana

Mantenha a oferta da fruta da manhã, e inicie o almoço (as quantidades variam de acordo com cada bebê,  o ideal é conter alimentos dos principais grupos: proteína, carboidrato e vitaminas na forma de leguminosas e verduras). 

6 meses e duas semanas

Mantenha a oferta da fruta da manhã, do almoço e acrescente uma segunda fruta no período da tarde!

7 meses completos

Mantenha a oferta de fruta pela manhã, almoço, fruta à tarde e inicie a oferta do jantar seguindo as mesmas orientações no preparo do o almoço.

Cada bebê é único

Como mencionei acima, essas são medidas médias de alimentação, mas a escolha ideal deve ser baseada na característica de cada bebê. 

Mas vale lembrar que é muito importante fazer escolhas alimentares adequadas para o seu bebê durante o primeiro ano de vida. 

O crescimento ocorre mais nessa fase do que em qualquer outra época. Por isso, alimentar seu bebê com uma variedade de alimentos saudáveis ​​na hora certa é o melhor caminho.

Mas lembre-se sempre que começar bons hábitos alimentares nesta fase inicial ajudará a estabelecer padrões alimentares saudáveis ​​para o resto da vida.

Portanto, espero que tenha gostado do artigo sobre quanto o bebê deve comer por dia. E aproveito para já indicar meu curso “Bebê Vitaminado”, no qual abordo a alimentação do bebê nos seus primeiros 1.000 dias de vida. É só clicar no botão abaixo e acessá-lo agora mesmo!