O que não pode faltar em uma lancheira saudável?

O que não pode faltar em uma lancheira saudável?

Montar uma lancheira saudável é mais simples do que você imagina. Gosto de pensar que com um pouco de planejamento tudo que temos vontade é possível!

Eu sei que a maternidade é cheia de imprevistos. Além de mães, somos mulheres, profissionais, donas de casa, esposas… Conciliar tantos papéis requer organização, você concorda?

Eu também vivo isso na pele como mãe de duas crianças em idade escolar. Por isso, escrevi este artigo especialmente para te ajudar. Fique até o final para descobrir o que não pode faltar  em uma lancheira saudável.

Os grupos de alimentos essenciais para nutrir uma criança

Seu filho deve levar na lancheira ao menos uma porção de cada um dos grupos fundamentais de alimentos. São os seguintes grupos:

Alimentos energéticos

Responsáveis por garantir a energia, como diz o próprio nome. Classificamos assim os cereais, as gorduras e os açúcares.

Alimentos construtores

Os protagonistas na formação dos órgãos, dos músculos e dos ossos. Aqui, entram alimentos de origem animal, como carne, leite e ovos, além de algumas leguminosas.

Alimentos reguladores

Sua função é regular e controlar as funções do organismo. Frutas e verduras são exemplos de alimentos reguladores.

Leia também: Jantar ou lanchar: descubra o que é melhor para a sua família

Como combinar esses alimentos?

Colocar um item de cada grupo na lancheira é mais fácil do que parece. Você pode optar por um sanduíche natural feito com pão integral recheado de ricota, uma pitada de sal e frango desfiado.

Outra boa opção é aproveitar a versatilidade dos iogurtes. É possível combiná-los às frutas frescas e granola. Lembre-se de enviar tudo separado e orientar a criança a misturar apenas na hora de consumir.

Se você quiser enviar frutas, dê preferência àquelas mais práticas de descascar ou que podem ser consumidas com casca, como a maçã, a banana, os morangos, a pêra, as uvas, entre outras da sua região.

Mas, se o seu filho ainda é muito pequeno, enviar essas frutas picadas em um pequeno recipiente pode ser a solução.

Você também pode recorrer a lanches como cookies integrais, tortinhas caseiras assadas, bolo caseiro sem açúcar, pão de batata e pão de queijo.

Para tornar mais saudável, opte por preparar as massas com trigo integral e rechear de forma leve. Sempre que possível, inclua legumes e verduras nos preparos salgados.

Ao escolher algum desses lanches, você evita que boa parte dos itens que devem passar longe da lancheira acompanhem seu filho no recreio. Sempre bom alertar:  biscoitos recheados, salgadinhos e alimentos industrializados em geral não devem fazer parte do cotidiano do seu filho.

Sempre que possível, fique atenta às informações nutricionais dos rótulos dos alimentos. Procure variar o envio dos lanches de acordo com os dias. Sem criatividade, o lanche do colega sempre vai parecer mais interessante.

Por onde começar a fazer uma lancheira saudável?

Se mesmo com as minhas dicas você sabe da dificuldade de fazer uma lancheira saudável, vai gostar de conhecer meu curso Lancheira Saudável.

Por apenas 66 CENTAVOS por dia, você vai aprender o básico sobre nutrição infantil para entender o que de fato faz bem para o seu filho.

E o melhor de tudo: vai ter acesso a receitas exclusivas que podem ser enviadas como lanche escolar. 100% saudáveis e práticas, para acompanhar o seu ritmo sem abrir mão da saúde

São receitas que eu também faço para meus filhos em casa. Você vai aprender desde como preparar até como embalar para a escola. E mais: saiba como substituir alimentos no caso de crianças alérgicas ou intolerantes.

Para tornar seu filho uma criança mais saudável hoje mesmo, com receitas deliciosas e sem caretas para o que vai na lancheira, acesse: Curso Lancheira Saudável.

Eu espero ter tirado suas dúvidas sobre o que não pode faltar em uma lancheira saudável.

Com amor.

Andreia Friques

Fechar Menu