Mitos e verdades da amamentação: quais você já ouviu?

Mitos e verdades da amamentação: quais você já ouviu?

Você já ouviu falar sobre mitos e verdades da amamentação?

O assunto é repleto de informações que não são verdadeiras. Algumas delas variam de acordo com a experiência de cada mulher, outras simplesmente não fazem sentido algum. Outras são mesmo verdadeiras.

O que sabemos é que a Organização Mundial da Saúde – OMS recomenda que o leite materno seja o alimento exclusivo do bebê até o sexto mês de vida e complementar até os dois anos de idade. Por isso, hoje vou falar sobre os mitos e verdades da amamentação que mais ouvimos.

O foco deve sempre ser o bem-estar da mamãe e a nutrição adequada do bebê. Se você procura alguma recomendação específica sobre como amamentar, recomendo o artigo: Dicas práticas para amamentação.

O leite materno não é suficiente – MITO

O leite produzido pela mãe contém todos os nutrientes que seu filho precisa até o sexto mês de vida, sendo que durante o período nem mesmo oferecer água ao bebê é necessário. Salvo sob orientação do pediatra, não é preciso complementar a amamentação com outros leites.

Caso sinta que o bebê não está mamando o suficiente, saiba que recém-nascidos costumam mamar com mais frequência. Garanta que ele está esvaziando as mamas e recebendo alimento com a frequência necessária.

Amamentar dói – DEPENDE

Algumas mães sentem dores ao colocar o bebê para amamentar. Mas, não ocorre com todas. O mais comum é que essas dores apareçam nos primeiros dias, até mesmo acompanhadas de inchaço. Caso essa situação permaneça ou piore, o ideal é consultar um especialista, pois um tratamento deve ser indicado.

Após rachaduras no peito devo deixar de amamentar – MITO

Se a mama rachar, é necessário procurar um médico. Deixar de amamentar quase nunca é recomendado devido ao alto risco de empedramento dos seios. Muitas vezes, a simples correção da pega do bebê é suficiente para resolver o problema. A lanolina 100% natural também pode ajudar a reverter a lesão.

A mastite é causada pelo excesso de leite – VERDADE

A mastite é caracterizada por uma inflamação das glândulas mamárias. Por isso, o ideal é não permitir o acúmulo do leite. Caso tenha muito leite, você deve extrair o excesso e, se possível, doar para bancos de leite. Massagens também auxiliam.

Se não amamentei o primeiro filho, não vou conseguir amamentar o segundo – MITO

Ainda que não seja possível amamentar o primeiro filho por alguma razão, vale a pena tentar amamentar o segundo. Em muitos casos, dá certo.

Não tenho bico para amamentar – MITO

A amamentação é possível independente do formato do bico do seu seio. Mesmo que seja plano ou invertido, o segredo está na pega correta. Se estiver com muitas dificuldades, usar um corretor de mamilos pode ajudar.

Existe uma posição ideal para amamentar – VERDADE

A boca do bebê deve ficar bem aberta para encaixar direitinho na aréola, com os lábios bem voltados para fora. Assim, ele consegue extrair a quantidade adequada do alimento e não machuca o seio da mãe.

Espero que você tenha esclarecido algumas dúvidas com essa rodada de mitos e verdades da amamentação.

Até a próxima!

Com amor.

Andreia Friques.

Fechar Menu